Posts Tagged ‘Geisy costosa’

Ah, o vestibular…

15 de janeiro de 2010

Po galera, to aqui maisuma vez comparecendo pra falar pra essa gente querIIIIda, pra esse povo bonIIIIto, e tão compatriota? que lê aqui, sobre algumas coisas que você deve evitar no vestibular. Sim, caros estudantes de cursinho, caros otários que gastam rios de dinheiro por anos a fio na esperança de entrar em uma faculdade pública (maldade no s2 quem tem me add), vocês precisam aprender certas táticas infalíveis para finalmente passar nessa bodega:

Não escolha cursos com densidades altas: sim, porque caro companheiro (so socialista curto faze social kk nem), talvez não tenham te contado por achar você ingênuo, mas medicina É DIFÍCIL PRA PORRA, e você só passa se der pra o cara que corrigir a sua prova, ou seja: vai ter que fazer sex com uma máquina (e daí) e pode pegar uma aids virtual iasioiaos OIHSAHIOA ai.

Não pense que estudar só vai te ajudar a passar. Você precisa de dinheiro e espelhos, sim muitos deles para treinar o seu carisma (the sims eu curto e digo sims) e com isso obter altos níveis de manipulação alheia. Use o dinheiro como chamarisco para os olhos dos professores que corrigirão a sua redação. Professor é sempre pobre (reza a lenda isso dai), logo é só mostrar umas notinhas de 100 que eles já vão oferecer casa, comida e até o filho em troca. Aproveite e use o filho para extrair possíveis informações (prova do enem, descobrimos assim), criança nunca guarda segredo por muito tempo mesmo.

Descubra técnicas alternativas para possíveis colas: Sim, você não tá achando que só suborno e sex free com professores vão te ajudar, não é rapaz? Descubra técnicas para conseguir anotar frases úteis em garrafas d’água (e por que não anotar na própria água, seu gênio), anotar nos braços, dizer que é tattoo, que isso não vai sair da sua pele nem a pau (em caso extremo tatue de verdade), e rabiscar suas roupas com fórmulas loucas e dizer que é hype e tá todo mundo usando. Se o fiscal pedir para você trocar de roupas, o acuse de abuso sexual. Além de conseguir fama (aprendemos com Geisy) você pode processar e apelar sentimentalmente para o juíz, dizendo que ficou transtornado com tamanha barbárie. Chore.

Solte frases intimidadoras para os outros vestibulandos da sua sala: quando estiver aquele silêncio absoluto, berre a seguinte frase: ”po, barbada essa número nove hein, porra parece enem, kk”, ”nooossa, mas isso é tão óbvio pqp tão se sacanagem iashosa”, ”po, achei que fosse uma prova, não exercício de sala de aula”, ”já passei, já passei”, ”hey, o meu caderno tem só 95 questões, é só isso mesmo? me preparei pra 8 horas de prova”. Isso com certeza fará uma enorme pressão na cabeça de todas as pobres crianças que estarão com o cu na mão admirando e odiando você (misturando os sentimentos, próxima novela das 8h).

– Antes de entrar na sala que realizará a prova, fique parado um tempo ali na frente, fazendo uma cara de puta intelectual. Use óculos, peça para sua mãe arrumar o seu cabelo (ela sabe te deixar nerd),  e se você já não usar aparelho ortodôntico, coloque um grampo na boca e finja ter. Intimide seus adversários quando eles passarem, dê uma encarada nervosa (não se esqueça de treinar no espelho, malandrão), faça o que puder para desestruturá-los mentalmente.

Traga todos os seus aparelhos barulhentos de casa e use-os a seu favor: todo mundo sabe que é proibido usar celulares, mp3, pager (quem tem pager?), GPS, chip de et (HEHE eu tenho), tamagochi (ai, tadinha), essas paradas digitais. Quando estiver esperando os portões abrirem, coloque sorrateiramente esses aparelhos nas bolsas e bolsos dos desprevinidos. Ora, eles até desligarão o celular, mas com certeza nunca desconfiarão que você colocou tudo pra despertar bem no meio da prova! Espere para dar a sua risada malígna ao sair da sala, depois de entregar a sua prova, pois você corre o risco de parecer louco, rindo maquiavélicamente da desgraça alheia. Ou retardado.

E por último, estude. Há uma pequena porcentagem de essas artimanhas falharem (79%), e você não deve arriscar. Leia muito, beba muita água, dance,  saia com amigos, vá em puteiros, ah, e atente para não fugir do tema na sua redação.

Uma frase para te ajudar agora: ”Nada está totalmente errado, até um relógio parado estará certo duas vezes ao dia.” (Carinha que chegou atrasado pra prova)

She

Anúncios